ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

LIVROS APÓCRIFOS

LIVROS APÓCRIFOS

LIVROS APÓCRIFOS não têm fundamento na fé. 

LIVROS APÓCRIFOS (obscuros, escondido) impróprio ao leitor Não edificam quem as lessem. Não tinham história na sociedade hebraica. Não têm fundamento na fé. A palavra apócrifo (adjetivo do grego) Significa secreto ou oculto e muitas  vezes é usada para as escrituras de alguma seita que não revela seus mais profundos ensinos a não ser aos adeptos.Em resumo, os livros apócrifos são os que tem sido julgados não canônicos pelos judeus (falando VT.) e a Igreja Cristã.Os livros apócrifos do VT. Existentes, todo em grego são 14:

I Esdras    

II Esdras    

Tobias      

Judite          

Os acréscimos a Ester – O Sonho de Mardoqueu, O edito de Assuero contra os judeus, As orações de Mardoqueu e Ester, Ester diante do Rei, O edito de Assuero em favor dos judeus e um epílogo.

Sabedoria de Salomão

Eclesiástico – Também chamado de Sabedoria de Jesus, filho de Siraque era grandemente.

Baruque

Epístola de Jeremias

A Oração de Manasses

I e II Macabeus

Acréscimo ao livro de Daniel – Oração de Azarias, Cântico das Três jovens, História de Susana e História de Bel e o Dragão.

 

Numa pessoa vivente sabe exatamente por quem ou quando estes apócrifos foram escritos ou, quando eles foram inclusos entre os livros da Bíblia. Estes livros apócrifos têm assuntos secretos ou misteriosos. Livros de origem falsa ou ignorada.Estes livros estão entre AT. e NT.  Esses livros não estão na Bíblia hebraica (nosso AT.).

 

 Foram escritos depois de terem cessado as profecias, os oráculos e a revelação direta do AT.A certa altura, entretanto, esses livros foram acrescentados a Septuaginta(uma tradução grega da Bíblia hebraica que surgiu naquele período.)

Os livros apócrifos nunca foram reconhecidos pelos judeus como parte das Escrituras hebraicas.Os livros apócrifos nunca foram citados por Jesus, nem em qualquer parte do NT.

Lembremos que não era reconhecido pela igreja primitiva como canônico nem como divinamente inspirado.

Josefo rejeitou na sua totalidade.

 

 

 

Como apareceram em muitas Bíblias?

 

Quando a Bíblia foi traduzida para o latim, no século II a.C. o AT. foi traduzido do AT. hebraico, mas para a versão grega (septuaginta) Assim os livros apócrifos foram incluídos na versão latina antiga da Bíblia.

O período que presenciou a composição do material apócrifo foi permeado de turbulência política, militares, sociais e religiosas.

A “helenização” com a cultura pagã (helênico) estava propensa a introduzir tradições gregas no judaísmo ortodoxo. Estima-se que cada pessoa entre duas (judeus) eram escravos.

Os Romanos entraram na ÁSIA Menor 19 anos AC.

São livros de tesouro escondidos:

O manual de disciplina         O Rolo da Guerra           Nova Jerusalém          Rolo de Cobre

 Embora os livros apócrifos do AT. Ter sido escritos já pelo fim do século IV a C. a maioria apareceu a partir do século II A.C.

Devido o fato de que pouquíssimos livros de qualquer tipo estavam em circulação naqueles dias, os palestinos tinham tendência a ler qualquer material literário que lhes chegasse às mãos.

Embora o Torá ou A Lei de Moisés sempre fosse reconhecido como padrão da ortodoxia teológica para os judeus, narrativas sobre paciência em tempo de perseguição ou relatos sobre maneira como os inimigos do povo de Deus recebeu sua justa recompensa nunca deixaram de exercer óbvia atração sobre aqueles que estavam sob o julgo de uma sociedade pagã.

 

Hoje o Pentateuco: Gn. Ex. Lv. Nm. e Dt.

Livros históricos: Josué a Ester

Livros Poéticos Sapienciais: Jó a Cântico

Livros Proféticos: Isaías a Malaquias.

 A igreja católica Romana aprovou os apócrifos em 18 de Abril de 1546 como meio de combater a reforma protestante que começou com um padre teólogo Lutero.

Os protestantes combatiam violentamente às novas doutrinas romanistas do Purgatório, orações pelos mortos, Salvação mediante obras, etc.A indulgência era muito grande.

 

Dois fatores importantes devem ser guardados na mente, antes de deixarmos este assunto:

1 – Quanto mais as Escrituras são estudadas, mais somos convencidos de que elas são encerradas em si mesmas e absolutamente completas – revelando um plano perfeito do começo ao fim e não tendo nem superfluidade ou falta.

 

2 – O que é mais significante é que a Bíblia contém três advertências solenes contra qualquer tentativa de acrescentar palavras ao livro inspirado por Deus e esta significação é grandemente acentuada pelo fato de que a primeira das tais advertências foi escrita pelo primeiro de todos os escritores da Bíblia, enquanto que a terceira foi escrita pelo último dos escritores.

Moisés – que teve visão, dada pelo Espírito, do passado desconhecido, escreveu a primeira: Dt.4;2

Salomão – O homem mais sábio que viveu escreveu a segunda: Pv. 30:6

João – Para quem foi dada tão maravilhosa revelação do futuro, escreveu a terceira: Ap.22:18 a 1.

 

LEMBREMOS QUE A BÍBLIA DÁ O TESTAMENTO DE SI MESMA.

A teologia Bíblica é amiga do crescimento espiritual