ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

DIVISÃO:LIVROS,CAP.VERS. E PARÁGRAFOS

DIVISÃO:LIVROS,CAP.VERS. E PARÁGRAFOS

 

Nada tem a ver com a inspiração da Bíblia e não existem divisões em capítulos e versículos nos manuscritos originais.

Vamos imaginar uma biblioteca. Não é uma biblioteca comum dessas que acostumamos visitar. Os livros são antigos, milenares, mas o conteúdo é precioso e atualizado. Há livros de vários tamanhos e que tratam dos mais variados assuntos.

Estes livros respondem perguntas referentes:

- À Lei, ao governo. À política, à administração, à ciência, ao comportamento humano, ás questões mais difíceis do homem, ao plano Divino de Redenção da humanidade.

São livros informativos. São obras vivas, magistrais, poderosas que podem transformar nossa vida completamente. São livros especiais.

A divisão das Sagradas Escrituras, em livros, capítulos, versículos e parágrafos nada tem haver com a inspiração da Bíblia e não são de tempos remotos.

OS LIVROS DA BÍBLIA

 Resultado de imagem para LIVROS DA BIBLIA

Nós temos ao todo 66 livros. Nesta primeira parte temos 39 livros titulados Antigo Testamento – Velha Aliança – Velho Pacto – Velho Concerto.

São 39 títulos diferentes, tamanhos e datas. Num período de 1500 anos.

Eles foram escritos por diferentes escritores, mas com um só autor. O Espírito Santo. Foi selado com o sangue de animais (Ex 24:3 a 8 – Hb. 9:19 e 20).

        Na segunda parte temos 27 livros escritos no início da igreja Cristã num período aproximadamente 97 anos. Novo Testamento – Novo Pacto – Novo Concerto – É o concerto superior. Foi selado com o sangue de Jesus Cristo no calvário (Hb. 9:11 a 15 ).

Estes livros não se encontram arranjados em ordem cronológica, nem na ordem que eles tinham nas Escrituras originais hebraicas. Não são na ordem primeira adotada na Versão Septuaginta. Esta ordem parece ter sido humana, contudo, ambos parecem ter seguido em quase todas as traduções e revisões de então.

OS CAPÍTULOS DA BÍBLIA 

No ano de 1250, a Bíblia foi dividida em capítulos pelo cardeal Hugo. Isto ele fez com o propósito de uma concordância latina. As divisões, embora muito convenientes para as referências, às vezes estão de serem bem arranjadas. Todavia, têm sido seguidas em cada tradução futura. A divisão de versículos não foi feita até 300 anos depois.

A DIVISÃO DA BÍBLIA EM VERSÍCULOS

Em 1560 uma edição importante da Bíblia, conhecida como a Bíblia de Genebra, porque foi preparada pelos reformadores de Genebra, para onde eles fugiram por causa da perseguição sob a Rainha Mary. Esta foi a primeira Bíblia na qual foram usadas letras “itálicas” para indicar palavras que não estão no original. Também foi a primeira Bíblia inteira dividida em versículos; e foi a primeira a omitir os livros apócrifos desde a introdução dos mesmos. Na Septuaginta, cerca de quarto século.

A DIVISÃO DA BÍBLIA EM PARÁGRAFOS

Em 1885, em uma revisão Versão Autorizada (inglês) foi publicada e os revisores adotaram o sistema de Parágrafos, os quais foram muito úteis, exceto com os livros poéticos. Levou quinze anos para completar esta revisão. Quase 100 homens dos mais eruditos de várias denominações da Inglaterra e América do Norte estiveram empenhados nesta hora.