ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

curiosidade sobre as festas em Israel

curiosidade sobre as festas em Israel

 

FESTAS DE ISRAEL 
ESTAS DA PRIMAVERA: 
(Ex.23; Lv. 23e24).
1) FESTA DA PÁSCOA -. Um dia. No mês primeiro, aos catorze do mês pela tarde, ”Nisã” (mês de março) é a páscoa do Senhor. (Lv. 23:5). Eram obrigatórias
(Êx. 12:21; Nm.28; Lv.5:1; I Co.5:7; Lv.23:45).
Marcava o início do ano religioso de Israel. Comemorava a passagem do anjo da morte e a saída do povo do Egito. Quando Deus poupou os primogênitos de Israel. Recordava a libertação do povo de Deus.
Simboliza Cristo sacrificado por nós. REDENÇÃO.
2) FESTAS DOS PÃES ASMOS -Duas festas numa só Páscoa, um dia e pães asmos, sete dias). Celebrando a saída do Egito. São aos quinze dias deste mês é a festa dos pães asmos do Senhor sem fermento. (Lv. 23:6) Esta festa começava no dia seguinte da Páscoa e durante sete dias comiam pães asmos. Isto é sem fermento. 
Lembrava ao povo que a vida antiga ficará para trás, e eles estavam iniciando um novo modo de vida.
Significa a nova vida, andar em santidade. A nossa comunhão com Cristo

3) FESTAS DAS PRIMÍCIAS - (Lv. 23:10 a 14) Celebrando o início da colheita.Um molho (feixe) das primícias da colheita era movido pelo sacerdote perante o Senhor no dia seguinte do sábado.(v.11). Dia vinte e um, após a páscoa e após a festa dos pães asmos, consistiam na oferta do sacerdote de um molho das primeiras colheitas. Lembrava a provisão de Deus.
Simboliza a ressurreição de Cristo. (I Co. 15:21)
4) FESTAS DO PENTECOSTES - Celebrando a dádiva da Lei. Era obrigatório. (Lv. 23:15 a 25) Cinqüenta dias depois das primícias realizava-se a Festas de pentecoste. Que significa “cinqüenta”. Os judeus chamavam-na, também, de FESTAS DAS SEMANAS (Êx. 34:22).Durava um dia.
Sendo a segunda mais importante solenidade para Israel, nela eram oferecidos:

1) Dois pães eram movidos com fermento(Lv. 23:17).Antes que pudessem fazer os pães para comer, os primeiros deviam ser oferecidos a Jeová em reconhecimento de seu domínio sobre o mundo. Depois disso, outros pães podiam ser assados e comidos.

Símbolos da igreja militantes, onde ainda há impureza e imperfeições (Mt. 13:33;At.5:1 a 10;15:1).

2) Sete cordeiros sem mancha, um novilho e dois carneiros, como holocausto de cheiro suave ao Senhor. Símbolos: O novilho simboliza o trabalho e a mansidão; e os dois carneiros simbolizam uma maior convicção do sacrifício substitutivo de Cristo na cruz.

3) Um bode pára expiação do pecado, símbolo do homem velho que precisa morrer (Mt. 25:33;Gl.2:20) 

Para o mal do fermento das falsas doutrinas só há um remédio O SANGUE DE JESUS CRISTO (Jo. 1:7)

Quando o povo agradecia a Deus pela colheita, aponta para o grande dia. (Ap.7:9 a 1)
Lembrava a provisão de Deus.

No novo testamento, foi no dia de PENTECOSTES em que a IGREJA NASCEU.
AS FESTAS DO OUTONO

1) FESTAS DAS TROMBETAS 
 v. 23:15 a 25) No primeiro dia do mês TISRI, que era o sétimo do ano religioso e marcava o início do ano civil, celebrando o dia do ano novo, depois da colheita completa ,entre o fim, de setembro e o começo de outubro. Israel tinha uma “santa convocação” ao toque de trombetas (Nm. 10:10).Demonstrava alegria e gratidão a Deus.


É o símbolo do arrebatamento da igreja e da restauração de Israel (I Co. 15:51 e 52)

-
2) FESTA DOS TABERNÁCULOS (Lv. 23:33 a 44) Esta é a maior festa de Israel. Realizava-se de quinze a vinte e um do mês de Tisri. A grande importância dela pode ser comprovada pelo elevado números de animais sacrificados. Durante sete dias o povo habitava em tendas em memória de sua peregrinação no deserto. Para a igreja é um memorial semelhante à ceia do Senhor.

Esta festa era: 
a) uma profecia para Israel, por ser um memorial da redenção do Egito e uma profecia acerca do descanso milenal de Israel depois da sua restauração (festa das trombetas) e do seu arrependimento e conversão (dia da expiação) (Zc. 14:16 a 21).

b) Uma lição para o crente É dever de cada crente regozijar-se continuamente no Senhor por Sua preciosa redenção, bem como por todas as provisões divinas em nossa peregrinação rumo a Jerusalém celestial.
O ISRAEL DE HOJE
Comemora suas festas, com o seguinte calendário.

Rosh Hashana – (Ano Novo ou Lua Nova) de 1 a 3 de Tishrei ( outubro)

Yom Kipur – (Dia do Perdão) 10 de Tishrei (outubro).

Sucot – (Festa do Tabernáculo) 15 A 21 de Tishrei (outubro). 
O último dia da festa é chamado Simjat – Tora (Alegria pela existência da lei).

Janucá – (Das Candeias) 25 de Kislev (novembro) a 2 de Tewet ( dezembro)

Tu – Beshvat – Também chamada de Rosh Hashana Leilanot (dia da árvore) 
– 15 de Shevat (fevereiro)

Purim – (Da Sorte) Comemorava a libertação dos judeus do poder de Hamã, ao tempo da rainha Ester – 14 de Adar (abril)

Pesaj – (Páscoa) 15 a 21 de Nisã (abril). A Páscoa era um dia apenas, associado, porém, a dos Pães Asmos, de duração de uma semana.

Lag – Baomer – (O 33º DIA DE Omer, isto é, As primeiras espigas oferecidas no templo) 18 de IYar ( maio)

Shavuot – De Pentecostes, também chamada Hás Habikurim – (Primícias) 6 de Sivã (junho) 

Kaf – Tamuz – (Aniversário da morte de Teodoro Herzl, fundador do Sionismo e profeta do novo Estado de Israel) 20 de Tamuz (julho). 

Tisha – Be- Av – (Dia da Independência e proclamação do Novo Estado de Israel) - 5 de Iyar, para nós, 14 de Maio de 1948.

CURIOSIDADE
Ano – O ano de 2007 do nosso calendário corresponde a 5767 do ano judaico, que começa com a fundação do mundo.
PESQUISA FEITO POR NILZA CARDOSO CLEMENTE

 Nilza ๑(•ิ.•ั) ๑  >>ONDE PESQUISO...Tudo que escrevo aqui